terça-feira, 30 de novembro de 2010

PROGRAMAÇÃO DO NATAL EM NATAL

03 de Dezembro
Inauguração das árvores de Mirassol e Panatis

16 a 18 de dezembro
Projeto Jesus In Concert
Local: Árvore de Mirassol

09 a 12 de dezembro
O Quebra Nozes
Local: Escola Municipal de Ballet Roosevelt Pimenta

11 a 12 de dezembro
Arte na Praça
Local: Praça Augusto Severo (Largo do Museu)

17 e 18 de dezembro
Chegada do Papai Noel
Locais: Árvores de Mirassol e Panatis, e nas zonas leste e oeste

21, 22, 23 e 25 de dezembro
Auto de Natal
Local: Machadão

21 de dezembro
Show Padre Antonio Maria e Coral Petrobrás
Local: Machadão

22 de dezembro
Orquestra Sinfônica de Natal e Fagner
Local: Machadão

23 de dezembro
Show de Aline Barros
Local: Machadão

25 de dezembro
Show com Roberta Sá, Khristal, Diogo Guanabara e Macaxeira Jazz
Local: Machadão

25 a 30 de dezembro
Parada do Natal - desfile temático
Local: Praça Cívica

26 de dezembro
Show com Daniel
Local: Árvore do Panatis, Zona Norte

FONTE: Prefeitura Municipal do Natal

COMPERVE EXPLICA ERRO DE IMPRESSÃO

A Comissão Permanente do Vestibular da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (Comperve/UFRN) garante que não existe qualquer motivo para preocupação sobre o sigilo ou comprometimento do processo seletivo de 2011 por conta do “erro de impressão” nas provas de seis candidatos, detectado no segundo dia do concurso.

Resultado da primeira fase do vestibular sai em doze diasSeis alunos, que tiveram as inscrições validadas após o prazo (24 de setembro) receberam a prova da segunda-feira (29) com uma questão-teste semelhante a da prova discursiva, que seria aplicada no terceiro dia de prova. A presidente da Comperve, Betânia Ramalho Leite, explicou o incidente, ontem, e garantiu que o fato não ameaça a idoneidade do processo seletivo.

“Nós não recebemos – dentro do prazo – a confirmação do pagamento da taxa do vestibular de seis candidatos. Eles fizeram esse pagamento no correspondente bancário Ligeirinho, do Banco do Brasil, que não nos mandou no prazo. Depois de muita conversa com o correspondente do banco e para não prejudicar os alunos – que obedeceram as datas estipuladas pela Comperve – as inscrições deles foram validadas na última sexta-feira. Nesse dias foram impressas as provas dos seis alunos e por um erro da máquina foi ‘puxada’ uma questão teste do nosso banco de dados”, explicou Betânia Ramalho.

Ao serem entregues as provas nas salas, os candidatos constataram o erro, informaram ao fiscal e o caderno foi substituído por um reserva. “No caderno de prova constava uma questão discursiva da prova de Química. Como cada sala tem um quantitativo de provas reservas – nós imprimimos cerca de 10% a mais do total – eles receberam, imediatamente, essas provas”, acrescentou a presidente da Comperve.

Para evitar problemas, pois a questão teste era semelhante com a que estaria na prova discursiva de Química, programada para o terceiro dia de provas (ontem), a Comperve anulou a pergunta e imprimiu uma folha avulsa que foi anexada ao caderno de provas oficial. Os novos cadernos foram enviados na segunda-feira a noite para os locais de prova do interior e ontem para os colégios de Natal.

“Foi uma pena ter acontecido essa falha, mas não vai manchar a imagem do Vestibular da UFRN, até porque sempre trabalhamos para evitar qualquer tipo de erro. Nós lamentamos o acontecido, pois as provas passam por um rigoroso controle. A Comperve é autossuficiente, há anos somos responsáveis por todo o processo seletivo e nunca houve grandes problemas. Não querer desmerecer a Comperve, até porque não recebemos nenhuma reclamação”, diz Betânia.

A Comperve não revelou o nome dos alunos e nem para quais cursos eles prestaram vestibular. Foi informado apenas que foi para as áreas de Biomédica e Tecnológica. Alguns realizaram as provas no Campus da UFRN e outros na zona Norte. Não houve incidente com alunos do interior do estado.

Para os candidatos, o incidente, não alterou muito a confiabilidade da Comperve. “A Comissão é muito séria nesse sentido e não cometeria uma falha dessa de colocar uma prova do terceiro dia junto ao segundo. Essa divulgação deve ter sido alguém com a intenção de desestabilizar os candidatos”, afirmou Admir Jales, candidato a uma das vagas do curso de Medicina.

O professor de Física Carlos André, que trabalha há 17 anos na preparação de alunos para o vestibular da UFRN também não vê problemas nessa falha. “A UFRN é muito cuidadosa com o processo seletivo. Mas a gente sabe que sempre existe uma possibilidade de erro. Mas para mim, nenhum candidato foi prejudicado porque a Comperve lidou com o caso de maneira inteligente. Pois quando os alunos receberam o caderno de provas a questão ‘problema’ já estava anulada e outra foi colocada no lugar. Dessa forma nenhum aluno foi prejudicado ou beneficiado. Parabenizo a Comperve pela competência”, disse Carlos André.

Os alunos que se sentirem prejudicados com relação as questões do Vestibular 2011 tem dois dias (01 e 02 de dezembro) para interpor recursos. As orientações estão disponíveis no edital (www.comperve.ufrn.br)

Resultado da primeira fase do vestibular sai em 12 dias

A Comperve avaliou como tranquilo os três dias do Vestibular 2011. De fato mais grave, apenas a especulação de que teria havido o “vazamento” do caderno de provas do terceiro dia ainda na segunda-feira, que foi explicada e, segundo a Comperve, não ameaça a integridade do vestibular.

“Foi um vestibular tranquilo, até o último dia foram apenas seis candidatos eliminados, ao serem flagrados com aparelhos eletrônicos e impressos de cursinhos com dicas nos locais de prova. O número de faltosos, que gira em torno dos 10%, também está dentro do esperado e é o mesmo dos anos anteriores”, disse a presidente da Comperve, Betânia Ramalho Leite.

O incidente com a impressão de algumas provas não alterou o cronograma do Processo Seletivo. A previsão é que o resultado da primeira fase seja divulgado em 12 dias.

A expectativa é que aproximadamente 16 mil candidatos devem ter suas provas discursivas corrigidas. “O resultado final, como sempre, deve ser divulgado na primeira semana de janeiro”, revelou a presidente da Comperve, Betânia Ramalho.

MPF

De acordo com a assessoria de comunicação, o Ministério Público Federal do RN não recebeu nenhuma reclamação sobre a falha nas seis provas do Vestibular da UFRN.

A orientação é que se alguém se sentir prejudicado entre em contato com o MPF que analisará a reclamação e decidirá sobre a necessidade ou não da instauração de processo.

FONTE: Tribuna do Norte

CAMPANHA NACIONAL DE EVANGELIZAÇÃO

NÚNCIO APOSTÓLICO LANÇA LIVRO NESTA QUARTA-FEIRA

“A coragem de anunciar Cristo – Caminho, Verdade e Vida”. Este é o título do novo livro que o núncio apostólico no Brasil, dom Lorenzo Baldisseri, lança nesta quarta-feira, 1º de dezembro, às 16h30, na sede da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). O ato de lançamento, aberto à imprensa, contará com a presença dos bispos do Conselho Episcopal Pastoral da CNBB (Consep), que concluirá, amanhã, sua última reunião do ano.

Publicada pela Editora Paulus, a obra reúne mais de 30 homílias do núncio tratando de diversos temas que tocam os desafios da Igreja em nosso país. As reflexões nasceram das missas presididas pelo religioso na sede da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), em Brasília, nas suas Assembleias Gerais e na Nunciatura Apostólica.

“Acredito que a coleção destes textos, pronunciados no espaço de sete anos e meio de serviço à Igreja como Núncio Apostólico no Brasil, adquire um valor que vai além do contingente e da efeméride transitória e se eleva, projetando-se num horizonte amplo e aberto, para o maior proveito não só dos destinatários diretos, os bispos, mas também de muitas outras pessoas, como os sacerdotes, os religiosos, as religiosas e os leigos, que podem ter interesse em ouvir uma palavra de referência e reflexão”, afirma dom Lorenzo.

A primeira mensagem apresentada trata sobre a missão de evangelizar e, como todas as outras presentes na obra, foi fielmente transcrita assim como foi pronunciada. Além disso, a obra disponibiliza a data, o local e a ocasião em que a homilia foi proferida, informações que contribuem ainda mais para estabelecer uma maior proximidade entre o autor e leitor.

A apresentação da obra é feita pelo cardeal arcebispo de São Paulo dom Odilo Pedro Scherer, que destaca a atuação do núncio no Brasil. O livro possui 208 páginas, custa R$ 15 e pode ser adquirido nas livrarias Paulus.

O AUTOR

Dom Lorenzo Baldisseri nasceu em Barga (Lucca), arquidiocese de Pisa, Itália, em 29 de setembro de 1940. Foi ordenado presbítero em 29 de junho de 1963. Ordenado arcebispo titular de Diocletiana em 15 de janeiro de 1992. É doutor em Direito Canônico. Na carreira diplomática, foi Secretário das Nunciaturas Apostólicas da Guatemala, Japão, Paraguai, França, Brasil e Zimbábue; encarregado de Negócios, interinamente, na Nunciatura Apostólica do Haiti (16/01/1991); núncio apostólico no Haiti (15/01/1992), Paraguai (06/04/1995), Índia e Nepal (18/06/1999). É núncio no Brasil desde 12 de novembro de 2002.

SANTO DO DIA - Santo André

Entre os Doze apóstolos de Cristo, André foi o primeiro a ser seu discípulo. Além de ser apontado por eles próprios como o "número dois", depois, somente, de Pedro. Na lista dos apóstolos, pela ordem está entre os quatro primeiros. Morava em Cafarnaum, era discípulo de João Batista, filho de Jonas de Betsaida, irmão de Simão-Pedro e ambos eram pescadores no mar da Galiléia.

Foi levado por João Batista à verde planície de Jericó, juntamente com João Evangelista, para conhecer Jesus. Ele passava. E o visionário profeta indicou-o e disse a célebre frase: "Eis o Cordeiro de Deus, que tira os pecados do mundo". André, então, começou a segui-lo.

A seguir, André levou o irmão Simão-Pedro a conhecer Jesus, afirmando: "Encontramos o Messias". Assim, tornou-se, também, o primeiro dos apóstolos a recrutar novos discípulos para o Senhor. Aparece no episódio da multiplicação dos pães: depois da resposta de Filipe, André indica a Jesus um jovem que possuía os únicos alimentos ali presentes: cinco pães e dois peixes.

Pouco antes da morte do Redentor, aparece o discípulo André ao lado de Filipe, como um de grande autoridade. Pois é a ele que Filipe se dirige quando certos gregos pedem para ver o Senhor, e ambos contaram a Jesus.

André participou da vida publica de Jesus, estava presente na última ceia, viu o Cristo Ressuscitado, testemunhou a Ascenção e recebeu o primeiro Pentecostes. Ajudou a sedimentar a Igreja de Cristo a partir da Palestina, mas as localidades e regiões por onde pregou não sabemos com exatidão.

Alguns historiadores citam que depois de Jerusalém foi evangelizar na Galiléia, Cítia, Etiópia, Trácia e, finalmente, na Grécia. Nessa última, formou um grande rebanho e pôde fundar a comunidade cristã de Patras, na Acaia, um dos modelos de Igreja nos primeiros tempos. Mas foi lá, também, que acabou martirizado nas mãos do inimigo, Egéas, governador e juiz romano local.

André ousou não obedecer à autoridade do governador, desafiando-o a reconhecer em Jesus um juiz acima dele. Mais ainda, clamou que os deuses pagãos não passavam de demônios. Egéas não hesitou e condenou-o à crucificação. Para espanto dos carrascos, aceitou com alegria a sentença, afirmando que, se temesse o martírio, não estaria "pregando a grandeza da cruz, onde morreu Jesus".

Ficou dois dias pregado numa cruz em forma de "X"; antes, porém, despojou-se de suas vestes e bens, doando-os aos algozes. Conta a tradição que, um pouco antes de André morrer, foi possível ver uma grande luz envolvendo-o e apagando-se a seguir. Tudo ocorreu sob o império de Nero, em 30 de novembro do ano 60, data que toda a cristandade guarda para sua festa.

O imperador Constantino trasladou, em 357, de Patos para Constantinopla, as relíquias mortais de santo André, Apóstolo. Elas foram levadas para Roma, onde permanecem até hoje, na Catedral de Amalfi, só no século XIII. Santo André, Apóstolo, é celebrado como padroeiro da Rússia e Escócia.

CHAMADOS PARA MISSÃO - Mateus 4, 18-22

Nesta narrativa de Mateus, os primeiros discípulos são chamados aos pares de irmãos: Pedro e André, Tiago e João. Pedro e André eram originários de Betsaida, cidade gentílica ao norte do Lago de Genesaré. André é um nome de origem grega. Jesus passa, chama, e os discípulos o seguem. Esta narrativa esquemática sugere a disponibilidade que todos os fiéis devem ter em aderir ao chamado de Jesus. A imagem da "pesca de homens" aparece na tradição do Primeiro Testamento como indicando o momento do juízo final. Não se trata de um proselitismo, arregimentar seguidores para engrossar as fileiras do líder. O anúncio da proximidade do Reino e o apelo à conversão indicam que é chegado o momento decisivo da adesão a Deus. Os discípulos são chamados para a missão de proclamarem este anúncio. São as palavras de Jesus e sua própria presença que comunicam ternura aos corações. A adesão a Deus se dá pela adesão ao irmão. Perceber a presença de Deus nele e entrar em comunhão com ele valorizando-o em tudo que tem de positivo. São estes os laços que fundamentam a vida na comunidade e o estabelecimento de uma sociedade justa e digna.

27/11/2010 - PROCISSÃO ENCERRA FESTA DE NOSSA SENHORA DAS GRAÇAS









































segunda-feira, 29 de novembro de 2010